jusbrasil.com.br
8 de Abril de 2020

Por que preciso de um advogado na delegacia? Interrogatório policial: Falar ou ficar calado?

Bruna Camargo, Advogado
Publicado por Bruna Camargo
há 10 meses

Bom, primeiramente precisamos ter em mente que o direito ao silêncio é uma garantia prevista constitucionalmente a qualquer preso/acusado. Essa garantia poderá ser exercida tanto na fase policial, quanto na fase judicial.

Não há uma regra absoluta sobre o que se fazer na hora de um interrogatório, vai depender de todos os elementos do caso concreto. Seu advogado, estando presente, será quem poderá analisar o melhor a se fazer no momento, se é contar a sua versão dos fatos ou permanecer no silêncio que a Constituição Federal lhe assegura.

De qualquer forma, na dúvida, ficar em silêncio não prejudica!

Há quem sustente que, por ser a fase policial uma fase inquisitorial (ou seja, sem contraditório), o advogado seria dispensável. Errado! As estratégias defensivas já podem começar a se fundamentar logo na delegacia. Não se trata de mero acompanhamento fiscalizatório.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)